Copa do Mundo: Como fica jornada de trabalho em dias de jogo do Brasil.

14.06.2018

 

A Copa do Mundo altera o andamento de inúmeros segmentos da economia e abre dúvidas em relação ao funcionamento dos estabelecimentos comerciais, sobretudo nos dias de jogos da seleção brasileira.

 

Estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revela que quase três em cada dez empresas ouvidas irá dispensar seus colaboradores para assistirem aos jogos do Brasil na Copa da Rússia 2018.

 

Na contramão, 24% das empresas afirmam que os funcionários devem trabalhar normalmente durante as partidas, enquanto outras 17% pretendem montar um espaço especial para que os colaboradores assistam aos jogos dentro da organização, principalmente as do setor de serviços essenciais.

 

É claro que cabe a cada empresário decidir se abre ou não as portas de seu estabelecimento, contudo devem levar em conta se o funcionamento valerá a pena em razão da baixa movimentação do comércio em dias e horários dos jogos.

 

Entre as empresas que pretendem dispensar os funcionários, o levantamento constatou que cerca de 84% não irão descontar as horas não trabalhadas de seus colaboradores. Só uma em cada dez afirma ter a intenção de fazer essas deduções – especialmente os prestadores de serviço (17%) –, sendo que a maioria fará por banco de horas.


Nos casos em que os funcionários puderem assistir aos jogos no próprio local de trabalho, a pesquisa revela que 93% das empresas não descontarão as horas na folha.

Por fim, é essencial que os patrões levem em conta o “movimento de consumidores, o deslocamento dos funcionários e a segurança dos mesmos” para evitar transtornos e problemas maiores do que uma simples carga horária de trabalho reduzida.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Governo institui contrato de trabalho Verde e Amarelo para jovens

14.11.2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo